1. Inizio pagina
  2. Contenuto della pagina
  3. Menu principale
  4. Menu di Sezione
  1. IT
  2. EN
  3. ES
  4. FR
  5. PT
  6. PL
Contenuto della pagina

Voluntários da Imaculada-Padre Kolbe

A nossa história

As nossas origens remontam a uma feliz intuição do padre fundador, padre Luigi M. Faccenda, que durante o longo serviço (1945-1979) na qualidade de Diretor Regional da Milícia da Imaculada na região Emilia Romagna – Itália, percebeu a necessidade da presença de leigos preparados e comprometidos que estivessem ao lado das Missionárias na sua missão de evangelizar. O próprio padre Luigi em um de seus escritos assim se expressava: “Uma luz brilhou no meu horizonte e me sugeriu dar vida a um movimento de pessoas que, agregando-se ao Instituto, levassem Maria nos seus ambientes de trabalho, nas famílias, nas paróquias, aos seus amigos e conhecidos, vitalizando cada vez mais a atividade do Instituto”.   (libretto Volontari p. 9)
O documento que marcou o “nascimento” dos Voluntários foi o Estatuto particular, aprovado pela primeira vez pela Assembleia geral em maio de 1988. Logo em seguida aconteceram as primeiras agregações, primeiro na Itália e depois nas várias comunidades presentes no mundo.  A Família mariana e missionária assim se enriquecia com novos membros, nova vitalidade, novo ardor apostólico.
“Caríssimos Voluntários, é verdadeiramente consolador para mim pensar que a consagração total à Imaculada une Missionárias e Voluntários em uma única Família espiritual que caminha toda unida, cada um de acordo com a própria vocação, de acordo com o próprio estado de vida e a relativa profissão. E é ainda mais consolador saber que todos, por meio da consagração mariana, missionária e kolbiana, podem se tornar apóstolos santos e sábios”. (padre Luigi Faccenda, agosto de 2000)        

 
 
  • Missionárias da Imaculada Padre Kolbe

    Vivemos o dom da consagração a Deus no mundo e para o mundo, em um estilo de vida que encarna os valores evangélicos ...

  • A nossa história

    As nossas raízes são muito importantes para descobrir o coração da nossa identidade: quem somos, de onde viemos e onde queremos ir.